terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Tenha uma decoração impecável com bichos em casa

Antes de dividir o seu lar com um mascote pense na decoração dos ambientes, levando em considerção a raça, a cor e o tamanho do animal. Fazer este planejamento ajuda evitar acidente com o bichinho, a perda de um móvel novo ou a destruição do jardim.


Tecidos frágeis devem ser substituídos pelos mais grossos (Fotos: Clarissa Di Ciommo)

Confira as dicas da arquiteta Glaucy Taraskevicius (11-3262-0148) e do paisagista Cadu Almeida (12-3958-5455) consultados pelo Casaosfera:
  • Tire do alcance do cachorro ou gato os móveis frágeis e em vidro sujeitos a quebras ou lascas.
  • Evite objetos pontiagudos na decoração ou coloque cantoneiras de proteção nos canto vivo.
  • Utilize tintas esmaltes a base de água porque facilitam a limpeza.
  • Prefira pisos antiderrapantes para evitar que os animais, principalmente os de grande porte apresentem problemas de displasia ou na coluna.
  • Instale telas de proteção nas varandas dos apartamentos ou casas com mais de um pavimento nas escadas e sacadas internas também.

Na sala:
  • Troque o branco do sofá porque suja com muita facilidade - e o preto - porque mostra mais os pelos - por tons de bege mais escuro e tecidos com menor quantidade de algodão e mais de poliéster.
  • Tapetes devem ser de pelo baixo e com a superfície mais lisa, mas os modelos em sisal ou fibras são os mais indicados. 
  • Evite qualquer tipo de carpete inclusivo o de madeira e prefira os pisos frios em porcelanato.
  • O tecido das cortinas deve ser resistente para evitar rasgo, ter uma costura forte para não desfiar e varões bem fixos para que não caia com eventuais puxões.

Pulverize as plantas com repelente natural

No jardim: 
  • As plantas devem ser resistentes e alta como as palmeiras, por exemplo.
  • Bromélias devem ser evitadas, assim como as plantas venenosas - como a alpinea, helicônias e comigo-ninguém-pode.
  • Os cactos também não são indicados para casas com bichos porque podem machucar.
  • Pulverize as plantas com repelente natural, a base da fezes do próprio animal e diluida em água para que o mascote passe longe delas.
  • Quem tem cãos e gatos deve pensar duas vezes antes de instalar fontes, lagos e espelho d’água. Porque os bichos podem ingerir a água ou nadar.

Um comentário:

  1. Muito interessante! Mas, por enquanto, só vamos ter um peixinho! hehehe

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...