terça-feira, 7 de janeiro de 2020

Escolhendo paredes para foco da decoração

Quando falamos sobre tinta cor de ouro, tinta efeito ferrugem, ou qualquer outro tipo de tinta imitando textura, aconselhamos você a escolher uma parede como ponto focal da decoração. Essa dica é para não cansar visualmente, visto que tanto a tinta efeito ouro e qualquer outra cor possui forte impacto visual. Pensando nisso, trouxemos 3 dicas para destacar paredes.

1. Parede da sala 
Na sala você tem quatro opções de parede para escolher: atrás do sofá, da TV, da sala de estar ou a parede do hall de entrada. Independentemente da parede que você escolher, a tinta ouro na parede foco da decoração exige que os móveis e objetos sejam de tons sóbrios como marrom e cinza para equilibrar a vivacidade da parede.

Mas, sabia que você pode usar a cor ouro não só na parede mas também em objetos? Nossa dica é: use cor ouro na parede atrás do sofá e aposte em um objeto pintado com tinta para gesso dourada no hall de entrada, cujas paredes, geralmente são de cor básica.

2. Parede da cozinha 
As cores quentes são boas pedidas para paredes da cozinha. A combinação amarelo e branco é dica para iluminar cozinhas pequenas ou escuras. Nossa ideia é você escolher a parede do fogão, parede da pia para aplicar a tinta cor de ouro, ou então, usar essa cor em paredes de frente uma para outra. Nas demais paredes você pode usar a cor off white para a cor de ouro não cansar visualmente. Outra dica é revitalizar algum objeto da cozinha com tinta para gesso dourada.

3. Parede do quarto 
É preciso cuidado para usar tinta ouro no quarto. Como o amarelo é uma cor quente, se usado em excesso, pode causar dificuldade para dormir. Nossa sugestão para usar amarelo no quarto: a primeira é pintar a parede da cama ou a parede da janela com uma tinta ouro efeito champagne. É um tom mais claro que não traz agitação. Outro benefício dessa tinta é que é pronta para uso e você não precisa ser pintor profissional para usá-la.

Conheça os principais softwares de engenharia/construção civil

É inegável que a tecnologia chegou para fazer parte do nosso dia a dia, tornando os processos de trabalho mais ágeis e organizados. No setor de obras, é impossível pensar em desenvolver um projeto sem utilizar um software para construção civil.

Eles são essenciais para controlar orçamentos, fazer cálculos, projetar em 2 e 3D, permitindo assim uma gestão muito mais eficiente.

Adotar um bom software de orçamento de obras é tornar o ambiente mais profissional, ajudando os colaboradores e otimizar os processos de trabalho. Confira neste artigo, alguns dos principais softwares de construção civil.

1 - Construcloud
O Construcloud é um software para construção civil que permite delegar e receber atividades, tornando o fluxo de trabalho mais dinâmico e eficiente. Ele proporciona mobilidade, uma vez que pode ser acessado de qualquer lugar, sem precisar que estar alocado dentro da construtora. Com o Construcloud é possível gerir e controlar todos os projetos em tempo real.

2 – Volare Software
Outro software para construtora muito completo é o Volare Software. Ele tem funções muito úteis para quem trabalha com obras de qualquer porte ou tipo. Com este software de orçamento de obras é possível organizar os cadastros de fornecedores, elaborar cronogramas físicos e financeiros, controle e medição de insumos, orçamentos, contratos a receber, além de outras funcionalidades.

3 – Kalkuli
Precisando de um software para construção civil para controlar melhor as suas planilhas e orçamentos? O Kalkuli foi desenvolvido exatamente para isso, facilitar a parte de cálculos dos projetos, permitindo saber exatamente os gastos e preços com base no coeficiente sobre o uso de materiais.

4 – Solidworks
O Solidworks é utilizado não apenas nos setores de obras, mas também na indústria de forma geral. Ele desenvolve modelagens com base em composições geométricas, sendo assim um ótimo software para desenhos e estruturas.

Como você pode observar, há diversos tipos de software para construção civil, até porque o setor é um dos que mais recebe inovações a cada ano.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2019

3 ideias de como fugir dos problemas rotineiros de uma reforma

Realizar uma reforma é muito comum em diversos estabelecimentos, seja em empresas,
residências, comércios ou outros tipos de ambientes que buscam mudar a aparência de um
local e melhorá-la em diversos pontos, focando sempre na segurança.

Há uma grande variedade de equipamentos e acessórios utilizados em uma reforma e em
construções no geral, como um tubo de aço de carbono, que é excelente na instalação de
sistema de água, esgoto, gás e outras necessidades de uma edificação.

O tubo de aço carbono galvanizado é muito comum em construções onde ocorrem riscos
de explosão, ou seja, esse tubo possui maior resistência e proteção. Veja algumas dicas de
como garantir uma reforma longe de preocupações.

1- Tenha um bom planejamento para a sua reforma
Ter um planejamento sobre a sua reforma faz uma grande diferença, pois você sabe
exatamente o que será feito, quais os equipamentos que são necessários, o tempo que isso
será feito e tudo o que você precisa para que sua reforma seja excelente.

2- Utilize apenas equipamentos de qualidade
O tubo de aço carbono é a melhor opção nesses casos, pois é feito com um material de
qualidade, durável e que garante a proteção de diversos tipos de instalações, evitando com
que eles fiquem expostos e que possam causar algum tipo de problema.

3- Contrate uma mão de obra qualificada
É necessário adquirir o serviço de uma empresa qualificada, que tenha experiência no ramo
e utiliza os melhores materiais para a sua reforma, como um tubo de aço carbono
galvanizado, que apresenta um acabamento excelente, que configura maior resistência.

A importância de equipamentos de excelência

Ademais, se você procura um equipamento de qualidade, como um tubo de aço carbono,
adquira-o com uma empresa eficiente, que procura trazer segurança para qualquer tipo de
obra realizada em um estabelecimento.

domingo, 22 de setembro de 2019

3 ideias para sua cozinha pequena

Hoje em dia, há muitos apartamentos e residências que possuem uma cozinha mais compacta, ou seja, com espaços menores. Mas isso não é problema, pois com um papel de parede preto e dourado, o ambiente fica com uma aparência mais bonita.

Há diferentes acessórios e utensílios que fazem a diferença em um cômodo e traz mais vantagens, deixando o ambiente mais clean e mais espaçoso. Com um papel de parede bege, sua cozinha fica mais clara, ou seja, melhor para preparar os seus ingredientes.

O papel de parede tijolo também é um modelo de decoração ideal para diversos ambientes, justamente por dar uma aparência diferenciada da maioria das cozinhas. Veja mais ideias para uma cozinha pequena!

1 - Combine as cores 


Se você utilizar um papel de parede bege, que é de cor clara, você pode instalar móveis e acessórios de cores mais escuras em sua cozinha, para dar um contraste. Dessa forma, deixa a sua cozinha pequena com mais destaque na oposição de cores.

2 - Utilize espelhos 

Os espelhos são muito utilizados em ambientes pequenos, pois dão a impressão de amplitude no local. Com um papel de parede preto e dourado refletindo no espelho, o ambiente fica maior e mais moderno devida a combinação de suas cores.

3 - Foque na decoração 

O papel de parede é ideal, pois possui fácil instalação, diversidade, custo-benefício e qualidade. O papel de parede tijolo fornece uma atmosfera mais rústica e requintada, garantindo um ar mais elegante à sua cozinha.

Adquira o serviço de uma empresa especializada em papel de parede 


Uma empresa de decoração garante o fornecimento de papéis de parede de diversos tamanhos, modelos e texturas, como um papel de parede preto e dourado que transforma toda a aparência do ambiente, deixando-o em maior destaque.

Portanto, se você deseja transformar a sua cozinha pequena, aposte no papel de parede bege ou mesmo no que possui formas de tijolos, que irá fazer com que a decoração se sobressaia ao tamanho do cômodo.

quarta-feira, 7 de agosto de 2019

Eletroduto: funcionalidade e utilidades

Um eletroduto, conhecido também como conduíte, fica responsável por proteger condutores
e cabos que passam um determinado fluído, podendo eles serem subterrâneos ou não.
Os eletrodutos são muito comuns em diversos ambientes, principalmente no ramo de
construção civil, que os utiliza com várias finalidades. O eletroduto NBR 5598 segue sua
norma de qualidade e atua em diferentes locais.

Há uma infinidade de eletrodutos presentes no mercado e por serem muito acessíveis,
apresentam um ótimo custo-benefício. O tubo galvanizado de aço carbono garante alta
proteção e resistência ao tubo.

Quais as características de um eletroduto?

Um eletroduto é muito comum em instalações, pois protege adequadamente contra
qualquer tipo de agente externo, principalmente o tubo galvanizado de aço carbono, que
é indicado para locais que possuem risco de explosão.

Os eletrodutos são indicados para proteção contra agentes químicos, choques, intempéries,
incêndios e outros problemas que podem danificar a sua instalação. É importante saber
qual o melhor tipo de conduíte para cada caso.

O eletroduto NBR 5598 é bastante rígido e vem acompanhado com protetor de rosca e
uma luva. Além do mais, ele é galvanizado, isto é, com imersão a quente e ideal para
ambientes de atmosfera explosiva.

Adquira o seu eletroduto ideal

O tubo galvanizado de aço carbono é ideal para temperaturas altas, pois é extremamente
resistente ao calor e temperaturas que variam. Para garantir esse produto com qualidade, é
importante contar com o serviço de uma empresa qualificada.

É importante contar com o auxílio de profissionais que entendem do ramo e te auxiliam
quanto ao modelo correto de eletroduto que irá atuar com excelência dependendo das suas
necessidades e do tipo de instalação a ser feita.

Dessa forma, adquira um eletroduto, como o eletroduto NBR 5598, que garante eficácia e
qualidade em diversas finalidades e age com rapidez e alta resistência quando utilizados.

Regras de segurança na hora de fazer uma instalação elétrica

Você sabe quais os procedimentos de segurança necessários para fazer uma
instalação elétrica? Conhecer as principais normas para condução de projetos elétricos
é a principal forma de evitar acidentes que comprometem o imóvel, sendo muitos deles
fatais.

Para evitar contratempos, seguir as regras de segurança na hora de fazer uma
instalação elétrica inclui conhecer as normas de segurança em serviços de eletricidade
regidas no Brasil pela NR-10 (Norma Regulamentadora 10).

A NR-10 foi publicada pelo Ministério do Emprego e Trabalho devido ao grande número
de acidentes de trabalho em decorrência de serviços em instalações elétricas mal
executadas, sendo conhecida como Norma Regulamentadora de Segurança em
Instalações e Serviços em Eletricidade.

Confira abaixo os principais procedimentos de segurança em instalações elétricas
previstos pela NR-10 que estabelecem os requisitos e as condições mínimas para a
implementação das medidas de controle e sistemas preventivos em serviços com
eletricidade:

● Em todas as intervenções em instalações elétricas devem ser adotadas medidas
preventivas de controle do risco elétrico e de outros riscos adicionais, mediante
técnicas de análise de risco, de forma a garantir a segurança e saúde no
trabalho;

● Nos trabalhos em instalações elétricas, quando as medidas de proteção coletiva
forem tecnicamente inviáveis ou insuficientes para controlar os riscos, devem ser
adotados equipamentos de proteção individual específicos e adequados às
atividades desenvolvidas, em atendimento ao disposto na NR-06 (Equipamento
de Proteção Individual);

● Os serviços em instalações elétricas devem ser planejados e realizados em
conformidade com procedimentos de trabalho específicos, padronizados, com
descrição detalhada de cada tarefa, passo a passo, assinados por profissional
que atenda ao que estabelece o item 10.8 da NR-10 (Habilitação, Qualificação,
Capacitação e Autorização dos Trabalhadores);

● Os procedimentos de trabalho devem conter, no mínimo, objetivo, campo de
aplicação, base técnica, competências e responsabilidades, disposições gerais,
medidas de controle e orientações finais;

● Antes de iniciar trabalhos em equipe os seus membros, em conjunto com o
responsável pela execução do serviço, devem realizar uma avaliação prévia,
estudar e planejar as atividades e ações a serem desenvolvidas no local, de
forma a atender os princípios técnicos básicos e as melhores técnicas de
segurança aplicáveis ao serviço;

● As vestimentas de trabalho devem ser adequadas às atividades, devendo
contemplar a condutibilidade, inflamabilidade e influências eletromagnéticas;

● Nos locais de trabalho só podem ser utilizados equipamentos, dispositivos e
ferramentas elétricas compatíveis com a instalação elétrica existente, como
calha elétrica e eletrocalha galvanizada, preservando-se as características de
proteção, respeitadas as recomendações do fabricante e as influências externas.

Reforma da casa: O que fazer com esse monte de fios?

Quando foi a última vez que você verificou suas instalações elétricas? Sempre que
pensamos em reformas e melhorias para a casa, apartamento ou estabelecimento
profissional, é comum separamos dinheiro para pintura de paredes, reforma do telhado,
ampliação de um cômodo e até para a compra de um novo móvel ou eletrodoméstico,
mas e a fiação elétrica?

O processo de reforma da casa envolve uma série de etapas que merecem atenção
especial, principalmente se há necessidade de modificar os circuitos internos elétricos
ou a possibilidade de atingir a rede elétrica, telefônica ou de transporte de dados do
imóvel.

Seja para realizar melhorias, adaptar a fiação interna para o uso de um novo
eletrodoméstico ou verificar a situação da rede elétrica, é necessário redobrar a
atenção e aprender sobre o que deve ser feito com os milhares de fios e cabos
espalhados pelo local.

Quer descobrir o que fazer com o projeto de instalação elétrico durante a reforma da
sua casa? Confira nossas dicas abaixo e saiba como proceder:

  • Manutenção

O primeiro passo para verificar as instalações elétricas é realizar uma inspeção dos
cabos e fios de eletricidade, telefonia e rede de dados.

Os processos de manutenção ajudam a identificar fios descascados, sistemas
superaquecidos, cabos desgastados e conexões internas entre os circuitos que podem
comprometer a segurança da sua casa. Fique atento e contrate um eletricista para
verificar essas questões!

  • Reformas

Você sabia que tomadas, disjuntores e aparelhos elétricos devem ficar distantes de
pias, torneiras ou outros locais onde há água? É comum que o projeto elétrico da nossa
casa apresente pequenas falhas como a citada acima, contudo, o risco é sempre
enorme!

Aproveite que sua casa estará em reformas para verificar se os circuitos internos estão
instalados próximos de áreas úmidas, verificar os disjuntores e fusíveis, testar tomadas
e desligar aparelhos que dependem da eletricidade das tomadas para funcionar mas
não estão em uso, como carregadores, barbeadores e eletrodomésticos.


  • Melhorias


Investir em melhorias é a melhor forma de garantir a segurança, organização e
eficiência das instalações elétricas do imóvel.

O uso de perfilados, como a eletrocalha (um modelo de calha para fio de
eletricidade), auxilia na segurança e distribuição das redes elétricas, de telefonia e de
dados, facilitando também processos de manutenção e limpeza. Vale a pena investir!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...